Irmãos

Irmãos

Os irmãos são agridoces.

São chatos, roubam-nos atenção, gastam colo e abraços que deviam ser nossos.

Mexem nas nossas coisas e se tivermos sorte, durante aproximadamente 50 anos metem-se e intrometem-se na nossa vida.

São pragas de afecto e certeza de cumplicidade.

Dos que não nos largam da mão aos que quase não pomos a vista em cima.

Há irmãos que não (se) falam, que não (se) dizem, que não (se) abraçam e dói(-lhes), alguns fazem de conta que não.

Os irmãos têm uma cola própria, pegajosa, viscosa, gorda e permanente.

Longe ou perto.

Com pequenos arranhões ou enormes feridas abertas. Sempre irmãos.

 

Às minhas irmãs, pragas de afecto e certeza de cumplicidade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s