As saias da mãe

a161dde2c68cb9281e3c867ea4fd92aeNa relação mãe e filho a expressão “andar debaixo das saias da mãe” está muito associada à dependência, muitas vezes bilateral entre mãe e filho, à falta de autonomia, a baixos níveis de criatividade e à demissão na procura de opções em situações que necessitem de uma decisão ou resolução. E tudo isto pode ser verdade, sobretudo quando atinge um nível que priva a criança de agir, ser, crescer e tomar as suas decisões sem a presença ou opinião da mãe.

Mas as saias da mães também não são “excesso de mimo”. Que tonto, como é que pode haver tal coisa “excesso de afecto”? Pode haver sim, ausência de disciplina ou dificuldade de conexão e isso sim torna tudo mais complicado.

Na realidade, as saias das mães têm super-poderes.

Aconchegam.

Dão a segurança de uma passagem secreta onde ninguém mais nos pode ver ou tocar.

Dão força.

São uma espécie de canja de galinha quando não se está engripado.

Amam

As saias da mãe são um lugar para onde podemos sempre voltar, mesmo quando as mães refilam e pedem para serem deixadas “só um bocadinho em paz”.

E mesmo nos dias em que as mães não usam saias. Elas continuam a estar lá.

Cristina Nogueira da Fonseca

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s