As birras são uma necessidade

birrasaoumanecessidade

“O seu filho está a fazer uma birra? isso é cansaço, sono ou fome!”

Temos uma tendência histórica para associar necessidades fisiológicas em falta aos momentos em que as nossas crianças se deparam com emoções negativas que não conseguem gerir.

Talvez porque em primeira instância seja mais tranquilizante para os pais sentirem que depois de dormirem ou comerem tudo passa.

Isto faz com que a maioria das vezes nos esqueçamos que uma criança tem necessidades mais profundas:

– saber e sentir que é amada pelos pais ou pelas suas pessoas.

– sentir que gostam dela como ela é, sentir-se aceite.

– ter momentos de conexão, envolvimento e alegria com os pais.

– sentir que confiam que é capaz de fazer coisas, sentindo-se autónoma.

E na realidade, por mais pão que comam ou por mais sonos que façam, se estas necessidades não forem supridas, as nossas crianças muito dificilmente se tornarão em adultos harmoniosos e auto-confiantes.

Só que infelizmente os nossos miúdos não conseguem sentar-se connosco e dizer-nos que a necessidade número 33 da construção da sua personalidade e auto-estima, está em falta.

Não conseguem dar-nos o nome ou a alínea em carência, mas felizmente conseguem muito facilmente dar-nos a entender que algo está em falta.

É aquilo a que temos por mau hábito chamar de “mau comportamento”.

Uma criança que esteja tranquila e feliz não passa a vida em “birras” nem se auto-barrica continuamente em estados emocionais de frustração e irritação.

O “mau comportamento” é um indicador claro de que algo não está a funcionar como a sua criança precisaria. É um pedido de ajuda.

O primeiro passo para lidar com as “birras” do seu filho?

Interpreta-las como mensagens de erro no sistema e treinar-se para mais do que reagir emocionalmente às birras, passar a estar preparado para responder em consciência às mesmas, com empatia e capacidade de reflexão. – O que trouxe o meu filho aqui?!

O seu filho irá sempre procurar amor e atenção da única forma que sabe.

E é por isso mesmo, que é importante que ele saiba que amor e atenção são coisas que em vossa casa e na vossa relação não têm de ser procuradas. Estão sempre lá.

Cristina Nogueira da Fonseca

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s