Na tagarelice com os “Saramago e Santos”

Alentejana nascida em Évora, mas com vida em Estremoz e Vila Viçosa, a Patrícia veio para Lisboa estudar Psicologia e apaixonou-se pelo Daniel que faz da Engenharia Mecânica profissão, hoje a casa de Família é em Alcochete e partilham-na com o Francisco de 5 e o Afonso de 3 que orgulhosamente lhes querem repetir os sonhos, o Francisco gostava de crescer para ser “Professor de Carros” como o pai ou “Ajudante” como a mãe, afinal o que a Psicologia faz é isso “ajudar as pessoas”, já o Afonso, gosta de tudo o que esteja relacionado com música e mesmo não sabendo bem o que quer, já sabe que gosta de cantar.
Autora do Blog Com Bicharocos Carpinteiros, esta mãe irrequieta divide a semana entre Évora, Lisboa, Carcavelos e Montijo.
São todos benfiquistas e lá em casa o jantar gourmet dos pequenos tem de envolver esparguete e preferencialmente hamburguers ou salsichas.
Conheça a Família Saramago e Santos.

Felicidade para a vossa família é?

Estar juntos. É termos tempo para estar uns com os outros.

Quem são os Saramago e Santos?

Somos uma família cheia de energia, sempre prontos para viajar, passear, para receber amigos e família, adoramos ter a casa cheia de gente de quem gostamos e normalmente conseguimos.

Se a vossa família tivesse um slogan, seria…?

Juntos, enérgicos e felizes.

Quais são as vossas principais tradições, hábitos ou rituais enquanto família?

Um dos nossos hábitos principais é o de reunir amigos e família. Cá em casa comemoramos tudo. Estamos sempre prontos a convidar amigos e família e fazemo-lo muitas vezes. A festa de Natal da família é cá em casa. Fazemos a consoada e sempre com muita gente (nunca menos de 15 pessoas), Pai Natal e tudo. Mas não é a única festa de Natal, cerca de uma semana antes fazemos a Festa de Natal dos Amigos, com muitos amigos, imensas crianças e com Pai Natal também. Esta festa é um ritual que cumprimos desde que temos a nossa casa e que tem crescido connosco, com o crescimento da nossa família e das famílias dos amigos.

Que tipo de pais procuram ser para os vossos filhos?

Procuramos ser, a cada momento, os pais que eles precisam. Cada um deles. Pais que compreendem, que acompanham e mimam, assim como limitam e ajudam a integrar regras, o que para cada um deles e em cada situação tem uma exigência diferente. Esse é o nosso grande desafio.

No que diz respeito à educação, assumem-se mais como ditadores, democráticos ou anarquistas?

Somos uns pais democráticos.

No dia a dia, o que é que vos faz saltar a tampa?

O pouco tempo. A sensação de estar sempre a correr e sentir que não tenho a calma para viver e desfrutar genuinamente cada momento, para apreciar o crescimento deles.

que é que o vossos filhos já vos ensinaram?

A importância de parar para apenas estar, e o enorme que é a dimensão de estar com eles, de estar em família.

Imaginem-se avós, qual seria o mais precioso conselho que dariam aos vossos filhos?

Que tentem organizar as suas vidas para poderem estar juntos em família. Só estando juntos nos conhecemos e podemos educar, só estando juntos desfrutamos uns dos outros e vivemos verdadeiramente cada fase do desenvolvimento dos filhos e da família. As tais fases que passam sempre depressa demais…

De que forma sentem que o projecto Famílias Felizes pode ser útil para as famílias?

Hoje em dia os desafios às famílias são muitos e nem sempre fáceis. Todos queremos o melhor para os nossos filhos, para a nossa família, e ter um projeto como o Famílias Felizes, a ajudar no caminho para a concretização desse objetivo, penso que pode ser muito útil.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s